Extra-sístoles e suas “temidas” pausas compensatórias…

As extra-sístoles são famosas por causarem muitos transtornos na vida do paciente. Muitos sentem-se muitíssimo preocupados e ansiosos com a sua presença. Mas, se existe uma manifestação que causa um medo enorme são as “pausas compensatórias”… as paradinhas que acompanham as extra-sístoles…

Muitos pacientes sentem “pancadas”, “fincadas”, “pontadas”, “batimentos”, dentre outras manifestações das extra-sístoles que já descrevi em dois posts anteriores (neste e neste outro); mas as PAUSAS são manifestações que causam enorme desconforto.

 

Pausas sempre acontecem!

Raramente, uma extra-sístole não é acompanhada de um pausa compensatória. Isso é da natureza das extra-sístoles, é normal que ocorram pausas após uma extra-sístole. O que ocorre é um atraso para compensar o batimento que veio de forma antecipada… uma pequena pausa na contração do coração…

 

“Eu não acho que isso é normal… por tudo que eu sinto!”

Mas muitas vezes, o paciente fica bastante ansioso, pois, por mais que sejam algumas frações de segundos… o paciente a percebe como uma eternidade. Parece que vai parar e é uma sensação horrível.

 

Mas é muito importante fazer uma distinção entre extra-sístoles e sintomas de extra-sístoles (as palpitações). Nós, cardiologistas, nos deparamos com muitas extra-sístoles em Holter de pacientes normais e SEM SINTOMAS/SEM PALPITAÇÕES. Isso é muito mais comum do que se possa imaginar.

 

“Então, há extra-sístoles sem sintomas?”

Sim, há! E isso é mais comum e frequente do que se possa imaginar. Algumas vezes o paciente tem 300 extra-sístoles no Holter, mas ele só percebeu UMA e achou que fosse morrer por ela… Entra em pânico e “quase morre de ansiedade”… mas, quando mostramos que elas ocorreram 300vezes e ele só sentiu uma… ele costuma ficar mais calmo… Disse costuma, mas nem sempre fica.

 

Agradecimento:

Agradeço à participação de Daniela que sugeriu este tema.

Author: Dr. Leonardo Alves

Médico cardiologista, CRMMG; 33.669, Mineiro, graduado na UFMG, turma de 1999. Adora medicina e gosta de contribuir com Posts e Temas relacionados à cardiologia e à saúde Cardiovascular, Alimentação saudável e Exercícios eficientes.

Share This Post On

84 Comments

  1. Parabéns pelos esclarecimentos doutor leonardo!

    Post a Reply
  2. obrigado dr. leonardo mais uma vez!! abço

    Post a Reply
  3. Obrigado pela explicação! Pensava que essas pausas estavam relacionadas a bigeminismo.

    Post a Reply
  4. O que são extra sistoles em salva? Qual a sensação que o paciente sente? Elas acontecem em corações saudáveis?

    Post a Reply
    • Olá, Marcela.
      Vou fazer uma associação com Palmas (bater palmas).
      1 Palma = 1 Palma
      1 Extra-sístole = 1 Extra-sístole…

      1 Salva de palmas = Várias palmas juntas.
      1 Salva de extra-sístoles = Várias Extra-sístoles juntas…

      Elas costumam ocorrer em diversos tipos de pacientes e condições clínicas. E (como são muitas), incomodam muito mais que as Extra-sístoles isoladas. Procure o seu médico para maiores orientações, ok.

      Ótima pergunta. Valeu.
      Leonardo.

      Post a Reply
  5. Doutor, quem toma antidepressivo, que no meu caso é cloridrato de sertralina, pode ter episodios esporádicos de extra sistoles?

    Post a Reply
    • Oi Mariana, eu tambem comecei a sentir extra-sistoles apos aumentar minha dose do cloridrato de sertralina. Como sao as suas? As vezes quando comeco a sentir uma apenas, me bate o nervosismo e as vezes sinto ate duas extra sistoles seguidas. Elas vem esporadicamente, tipo, vem um 1 dia, demora mais uns 3 ou 4 dias (ou ate mais) e vem.

      Obrigado!

      Post a Reply
      • Olá, Allan.
        A sertralina é uma medicação que aumenta, sim, a possibilidade de ter arritmias cardíacas.
        Leonardo.

        Post a Reply
      • Ola dr. Sofro de arritmia alguns anos sinusal e supraventricular mas faz uns dias no trabalho a seguir a beber uma coca cola durante três a cinco segundos o meu coração tremeu a batida tornou se lenta e pensei no pior julgo que se não para se de ter aquela crise teria desfalecido de seguida tomei 20 mg de inderal.

        Post a Reply
  6. obrigada doutor pelas explicações. Fala msm sobre esse assunto. Estou muito curiosa e tem pessoas da msma situação q a minha q n sabem. Um forte abraço!

    Post a Reply
  7. Queria saber qual a diferença entre palpitação e extrasistoles?

    Post a Reply
    • Olá,
      Extra-sístoles é o termo médico para dar nome a um tipo de arritmia cardíaca. Sístole = Batimento; ou seja, batimento extra.
      Palpitação é o sintoma referente à ocorrência destas extra-sístoles.

      Isso é realmente diferente, pois existem muitas extra-sístoles que não são sentidas, ou seja, não se manifestam como palpitação (que é o sintoma da extra-sístole.

      Leonardo.

      Post a Reply
      • ola dr.leonardo tenho o mesmo problema aqui comentado inclusive estou aki lendo e digitando e acabei de sentir uma pausa no coraçao oq desejo saber é como acabar com essas pausas pois ja fui a 4 cardiologistas sendo q o ultio me receitou selozok 0,25mg mas ainda tenho os sintomas e gostaria de voltar a correr coisa q nao faço a meses por causa das extra sistoles me parece q isso nao tem cura como resolver isso?

        Post a Reply
      • Obrigada dr. pelo seu blog,esclarece muitas dúvidas.Tenho 18 anos e sou muito ansiosa,isso já é fato.Antes eu já era ansiosa,mas de março pra cá tenho sentido com mais frequência,e isso me deixa com muito medo,pois sinto batimento extras,as famosas pausas nas batidas,etc.Já fui ao cardiologista,fiz dois eletrocardiogramas,e em um deles,eu fiquei muito nervosa e meu coração bateu irregular justamente na hora do exame,entao acredito que foi registrado,mas ele falou que o meu problema não é cardíaco,porém,fico muito apreensiva com isso.O que o sr. me diz?obrigada

        Post a Reply
  8. EU TENHO EXTRA-SÍSTOLES, QUASE SEMPRE DEPOIS DE UM ESFORÇO FÍSICO, JÁ USEI HOLTER E NAQUELE DIA NÃO DEU UM SEQUER QUE EU TENHA SENTIDO, JÁ FIZ ELETROCARDIOGRAMA E TAMBÉM NADA FOI CONSTATADO. MAS TENHO IMPRESSÃO DE QUE VOU MORRER, IMPRESSIONANTE, DÁ UMA PARADA E DEPOIS VOLTA, A BATER, MAS TEM VEZES QUE ATÉ INICIO DE UMA TOSSE, COME SE FOSSE FALTAR AR.

    Post a Reply
    • Fiz ablação no incor em 03/2009 com bastante sucesso por sinal tinha uma via acessoria onde o sangue passava por ali e me dava crises violentas de taquicardia ia para o pronto socorro hoje não tenho mais graças a deus, mas o que venho sentindo mesmo após a ablação são essas palpitaçoes ou extrassistoles sei lá não sei descrever o problema é que eu venho as sentindo com muito desconforto(falta de ar,pressão baixa,suor constante e respiração curta) sempre no momento da atividade fisica no caso o futebol nem antes nem depois no meio do jogo aí tenho que parar, depois de 2 horas mais ou menos volta tudo ao normal e não as tenho mais, será que vou ter que conviver com isso pelo resto de minha vida nesse caso citado acima com sintomas posso chamar de estrassistoles ou palpitaçoes?

      Post a Reply
      • Olá, Wolney.
        Fico feliz que tenha eliminado a via anômala que provocava as arritmias malignas que você tinha.
        Obrigado, também pela participação neste blog.
        Leonardo.

        Post a Reply
    • Erlon em 03/2209 fiz ablação no incor pois era portador de uma via acessoria no meu coração onde o sangue passava e me dava crises de taquicardia onde ia parar no pronto socorro sempre na atividade fisica, embora a ablação tenha sido com bastante sucesso por sinal não as tive mais só que infelizmente venho sentindo palpitaçoes ou extrassistoles não sei descrever sempre na atividade fisica(falta de ar,respiração curta,queda de pressão e muito suor)

      Post a Reply
      • Olá, Wolney.
        Acho que você deve fazer nova avaliação com o seu médico e comunicar-lhe sobre estes sintomas.
        É muito importante que ele saiba e que lhe dê uma opinião mais próxima sobre o quê você está sentindo.
        Abraços.
        Leonardo.

        Post a Reply
    • Olá, Erlon.
      Entenda as Arritmias como uma variação do ritmo normal e, veja bem, você poderá estar fazendo exames em um período em que o ritmo está normal (ritmo normal não é arritmia) e sendo assim os exames podem vir normais.

      Os sintomas de palpitação são terríveis e devem ser avaliados pelo seu médico com uma orientação mais próxima, pois ele é que lhe conhece e pode lhe dar uma avaliação direcionada.

      Fizemos um post sobre Holter normal que é interessante e pode lhe ajudar:
      http://sopronocoracao.com/2012/03/18/o-que-e-um-holter-normal/
      e
      http://sopronocoracao.com/2012/03/18/holter-nao-acusou-palpitacoes/
      Esta última situação descrita neste post é bastante comum de ocorrer.

      Leonardo.

      Post a Reply
    • Boa tarde Erlon,

      Sei bem o que você sente eu sinto igual a você.
      Tem horas que sinto está paradinha no coração e depois volta ao normal.
      Mas só sabe quem passa por este situação.
      Vou deixar meu email.
      adrianappassos@hotmail.com

      Post a Reply
  9. Eu tenho extrasistoles e faço corrida de rua, tem algum problema?

    Post a Reply
    • Olá, Izidinha.
      Depende da avaliação feita pelo seu médico e dos exames que ele realizou para te liberar para atividade física.
      Acho melhor fazer um check-up.
      Abraços.
      Leonardo.

      Post a Reply
  10. Olá bom tarde, eu há cerca de 10 anos tenho síntomas de extra sístoles. Já fiz montes de exames e, nunca acusou nada de invulgar no coração a não ser esta coisa tão incómoda.
    Mas, ontem ao final da tarde, estava a dar a minha corridinha normal, quando senti algo que fez com que meu coração parasse por um ou dois segundos e tive ali mesmo um ataque de pânico. O que gostaria de saber, era se isto que me deu é mais perigoso se for durante o exercício, pois nosso coração está a ser sujeito a trabalho maior.
    Adoro desporto mas assim não sei se posso.
    Muito obrigado
    Carlos Fernandes.

    Post a Reply
    • Olá,
      Qualquer arritmia durante o esforço merece ser investigada.
      Algumas vezes, elas ocorrem pelo estado de adrenalina e o atleta nem a percebe… Quando é o caso de percebê-las, ocorre o que aconteceu com você, muitos entram em pânico. Mas não se preocupe tanto assim.
      Solução: procurar o médico e fazer uma check-up para avaliação física e dizer ao médico que você gosta de correr e esforçar-se bastante…
      Seu médico saberá ditar a conduta. ok?
      Leonardo.

      Post a Reply
  11. Fiquei muito feliz por encontrar através da internet o Dr. Leonardo,, há 2 semanas estou com uns batimentos estranhos que o meu cardio disse serem extrasistoles. Dr. Leonardo explica didaticamente do que se trata, estou mais calma vou fazer Holter e Esforço o ecocardiograma foi normal. Obrigada Dr. Leonardo. vou fazer muitos contatos no seu blog. gostaria de ser sua cliente, eu ficaria muito feliz e terminaria com certeza esse pavor que estou sentindo, que está me fazendo muito infeliz.

    Post a Reply
  12. Tenho 30 anos e PVM com leve regurgitacao seguido de extrassistole ventricular, tomo selozok 25mg 2 x ao dia. No meu ultimo holter tive 3 extrassistole seguidas (taquicardia ventricular nao sustentada) uma unica vez, nunca acusou essa taquicardia nos holters anteriores e fiquei um pouco surpresa. Meu medico disse apenas p continuar com a mesma medicacao. Gostaria de saber qual a gravidade dessa taquicardia levando em consideracao q minha unica cardiopatia e o PVM . Junto com o holter fiz tbm o teste de esforco “normal” e o ecocardiograma q consta o prolapso c leve regurgitacao mitral. Desde ja agradeco a atencao, obrigada.

    Post a Reply
    • Oi, Érica.
      Desculpe a demora em responder.
      Às vezes, aparece uma taquicardia ventricular para causar estresse nos exames.
      Mas o seu médico já adiantou que está tudo bem, então, tente ficar tranquila.

      Leonardo.

      Post a Reply
  13. Olá Dr. Sei que a intenção do site não é substituir nenhuma consulta médica. Estou com cardiologista marcado para 27/09, mas resolvi pergunta-lo por que isso está me consumindo!! Tenho 28 anos e sou extremamente ansiosa… Há 5 meses comecei a fazer exercícios físicos, não bebo, não fumo e tento controlar a alimentação. Porém a pouco tempo tenho sentido algo estranho. Meu coração parece dar uma batida mais forte e depois volta ao normal (coisa rápida, são segundos…), Isso está me deixando extremamente nervosa e preocupada. Ocorre esporadicamente, talvez 1 ou 2 vezes por semana, não sei. Quando entrei na academia, fiz eletro e deu normal, mas na época eu não sentia isso. Há mais ou menos 6 anos fiz um ecodoppler, também normal. Tive asma até os 7 anos de idade (sempre crises graves).
    Como disse, meu médico está marcado para o final do mês, mas por favor me ajude a controlar essa ansiedade… rs… Isso pode ser arritmia? Gratissima pela atenção!!

    Post a Reply
  14. doutor no ano de 2012 eu tive uma crise nervosa , acredito que tive a síndrome do pánico, aí comecei a sentir umas batidas diferentes no coração, mi desesperei e procurei médicos fiz exames que na época disseram que eu não tinha nada era o sistema nervoso, e com o apoio da família eu fui tirando isso da cabeça e não sentí mais nada, só que agora eu voltei a sentir, eu sou uma pessoa muito nervosa desde o ano de 2012 eu nunca mais fui a mesma , comecei a sentir uma batidas diferentes acho que pelo que lí pode ser as tais extra sístoles, por que parece que o coração da uma pequena pausa, eu tava na casa dos meus pais quando aconteceu uma mais forte, foi como se tivesse sendo tres batidas diferentes uma pós outra eu fiquei muito assustada, e voltei para casa e procurei um méico, ele fes um eletro, um eco e viu que eu tenho sopro e mi pediu um exame de esteira e vários exames de sangue, quando eu voltei lá ele olhou todos exames e disse que eu poderia ter uma vida normal, até faser exécicios se eu quisesse, faser esteira que meu sopro era normal que nem precisava de remédios eu fiquei tão feliz que não fiz pergunta alguma, mas apesar de não ter feito pergunta ele para mi dar esse diagnóstico ele tem que ter certeza não é doutor? eu continuo sentindo essas batidas só que mais leves mais ainda sinto e isso não mi deixa ter uma vida normal como ele falou que eu devia ter, segundo as palavras dele o meu sopro é normal, vivo triste e amendrontadaas veses sinto a respiração cançada não é sempre não tem dias que estou absolutamente normal, mas quando eu sinto essas batidas fico com muito medo e com isso minha vida parou eu não faço outras coisa a não ser pençar e esperar pelo pior essa é a verdade, doutor diante desses exames que eu li falei é possível que o médico tenha certeza que trátasse de um caso sem risco , ele está correto quando diz que posso ficar tranquila? eu gostaria muito de ter minha vida de volta é muito angustiante viver assim, por favor doutor mi ajude!!!!!

    Post a Reply
  15. Parabens Doutor . É uma alegria ter vc na net e um orgulho tê- lo em Minas gerais.

    Post a Reply
  16. Estou gravida de quatro meses e venho sentindo muitasssssss extrassistoles. Sera q eh normal?obrigda.aguardo retorno

    Post a Reply
    • Olá, Angélica.
      Norma, não é. Normal é não sentir nada no coração…
      Avalie com seu médico, ok?
      Leonardo.

      Post a Reply
  17. gostaria de saber se devo voltar a tomar atenolou pois minhas extras sistole voltaram, eu sei que estou muito ancioso. obrgado

    Post a Reply
  18. Doutor Leonardo há dez anos atrás tive síndrome do pânico foi horrível eu tinha 16 anos tive que sair da escola pois as crises era a todo momento só queria ficar perto da minha mãe. depois de quatro meses “tudo passou” mais comecei e ter a sensação de uma batida estranha como se fosse pulo no meu coração, um só e passava meses pra sentir outro igual, já passei até um ano sem sentir; tive minha primeira gravidez aos vinte dois anos não senti nada. Mais aos 25 anos comecei a sentir com mais frequência todo mês as vezes três ao dia e agora estou na segunda gravidez 26 anos e desdo quinto mês de gestação comecei a ter todos os dias varias vezes ao dia acho que as vazes até de 4 em 4 minutos sinto uma e isso as vezes dura uns 30 minutos e percebi que na hora que sinto esta batida estranha forte sinto também a falha no pulso e é como vc falou é apavorante guando fico sentido varia vezes aí o medo toma conta de mim que sinto minha barriga endurecer, choro com medo de estar prejudicando o meu bebê já acordo comedo de senti-las não consigo me alimentar direito estou no sétimo mês de gestação e o meu peso ha três meses é o mesmo. parei de ganha peso desde quando começaram estas crises os exames que fiz foi o eco e o holter
    ecocardiograma deu normal
    o holter deu 1 extra-sistoles supraventricular
    frequência cardíaca min 59
    média 94
    máx 169 f.c>=bpm durante 03:19:51 h
    fc<=bpm 50 não evedenciada
    o cardiologista não me deu muita informação só falou que estava acelerado e passou ancoron 100 para tomar um dia sim outro não mais vi a bula e fiquei com medo de tomar por causa do meu filho. será que isso pode ser por causa da gravidez não vejo a hora do meu miguel nascer com saúde mais tenho medo de complicação na hora do parto. vc acha que gravidez pode dar essas aceleração estou muito preocupada.

    Post a Reply
    • Olá, Edinéia
      Obrigado pela participação, pois é muito importante para direcionar novos posts.
      Para melhores orientações, consulte o seu médico, ok?
      Fico feliz com todas as participações e passarei a responder as perguntas com atualizações dos posts e pela publicação de novas matérias; não estarei respondendo diretamente as perguntas nos comentários; Assim, evitaremos respostas repetidas e estaremos mais alinhados às orientações do Conselho de Medicina
      Grande abraço.
      Leonardo.

      Post a Reply
  19. Em abril de 2012 fui submetido no hospital Pró-Cardíaco a 2 procedimentos : 1) Ablação de fibrilação atrial paroxística pela técnica de isolamento do antro as veias pulmonares e da veia cava superior guiada pelo ecocardiograma intracardíaco e mapeamento eletroanatômico (Navx-Ensite). 2) Ablação de flutter atrial direito através de bloqueio no istmo cavo-tricuspídeo.
    Procedimentos realizados sem complicações. Acontece que passado todo esse tempo, ainda sinto palpitações e extra-sistoles que me incomodam bastante. Quanto tomo umas cervejas, no dia seguinte me sinto muito mal com vários episódios acima. Pensei que ficaria curado e voltaria a ser UMA PESSOA NORMAL mas não foi o caso. Por isso, continuo tomando os remédio que tomava antes da ablação (sotacor de 160 mg) 1 x ao dia fracionado em 2 tomadas. O procedimento curou a fibrilação atrial mas não curou essas malditas extra-sistoles e palpitações. Foi realizada infusão de alta dose de Isuprel IV (20 meg/min) durante 10 minutos, sem que nenhuma arritmia pudesse ser induzida ou recondução das veias pudesse ser documentada. Será que precisarei realizar outro procedimento para tentar curar essas palpitações e extra-sístoles ? Fumo 1 maço de cigarros por dia, porém, o que parece que favorece o aparecimento dos sintomas descritos é quando almoço ou janto (palpitação e etra-sítoles)) e quando ingiro pequenas quantidades de álcool (cervejinha com os amigos). será que não posso viver como uma pessoa normal ? Fiz um teste de hoter 24 Hs e acusou 21 extra-sístoles nas 24 horas que foi considerado desprezível para o médico mas NÃO PARA MIM que as sinto.Conclusão : FIZ O PROCEDIMENTO E CONTINUO A TOMAR OS MESMOS REMÉDIOS QUE TOMAVA ANTES, GASTEI UMA NOTA PRETA PRA NADA ? Só me sinto curado quanto aos episódios de fibrilação que exigiam internação imediata mas no resto continuo muito frustrado. O que o Sr. tem a dizer ?

    Post a Reply
    • Olá, Roberto
      Obrigado pela participação, pois é muito importante para direcionar novos posts.
      Para melhores orientações, consulte o seu médico de confiança, ok? Faça novas visitas no blog que estarei atualizando os temas de acordo com suas perguntas e sugestões.
      Seguindo as às orientações do Conselho Federal de Medicina, infelizmente não estarei respondendo diretamente as perguntas nos comentários; faremos novos posts relacionados ao tema ou atualizaremos os posts prévios.
      Grande abraço.
      https://www.facebook.com/DrLeonardoAlves
      Leonardo.

      Post a Reply
  20. Doutor, ultimamente estava sentindo algumas palpitações, e sentia algumas pausas no meu coração, o que gerava umas sensações horríveis. Fiz o teste ergométrico e deu normal, meu eco também deu normal, mas o Holter apontou 21 pausas, e o que mais me entrigou é que todas elas foram de madrugada durante meu sono, e apontou uma pausa de 3,2 segundos.
    No mesmo dia que peguei o diagnostico de arritmia, fiquei muito nervoso, e no caminho pra casa de carro, senti uma grande pausa, me desesperei e fui p hospital. o médico decidiu me internar. as vezes sinto cansaço quando faço coisas simples. me ajude doutor, estou desesperado, tenho 17 anos. vou poder voltar minha vida ao normal ? vou ter que usar o marca passo ?

    Post a Reply
    • Olá, Flávio
      Obrigado pela participação, pois é muito importante para direcionar novos posts.
      Para melhores orientações, consulte o seu médico, ok?
      Seguindo as às orientações do Conselho Federal de Medicina, infelizmente não estarei respondendo diretamente as perguntas nos comentários; faremos novos posts relacionados ao tema ou atualizaremos os posts prévios.
      Grande abraço.
      Leonardo.

      Post a Reply
  21. Meu nome e adriana renho extrassistoles atriais, tomo selozok 25mg meu cardio diz nao ser nada preocupante me liberou pra atividade fisica, tenho crises de mes a mes, me torturo muito tenho panico, fico tensa, ele diz que meu coração tem ritmo acelerado, mas arritmia benigna, o que devo fazer para melhorar o medo? Fiz hoter, teste de esforço físico, antes ia ao pronto atendimento, hoje tendo me acalmar, perguntei ate qdo devo tomar selozok o medico ri e diz ate se aposentar.
    Minha pergunta é: mesmo tomando o medicamento tenho crises o que devo fazer´para não sentir essas paradinhas e palpitaçoes que me dixam em panico? Ha remedio, cura????

    Post a Reply
  22. Ola doutor Leonardo Alves boa tarde.Meu nome é Luciana tenho 28 anos . SOu viuva perdi meu marido tem 3 meses. Tenho discreto prolapso na válvula mitral que só me causa desconforto se eu estiver anciosa eu costumo ter taquicardia entao uso atenolol e volta ao normal. Sinto algo estranho que ja sentia a mtos anos mas a frequencia é mto baixa, ja relatei ao meu caridiologista e ele não disse nada. Parece que meu coração dá “pulos” umas tres ou quatro batidas rapidas parece socos não sei explicar, é mto rapido e me causa panico.. parece q para e volta… um sintoma mto estranho q é rapido mas pra mim parece ser eterno.. hj senti umas tres pancadas.. ai bateu normal deus 3 dinovo acelerou.. fiquei calma e passou… o q pode ser??? abraços!

    Post a Reply
  23. dr. Eu tenho extrassistoles e uso verapamil porém estou grávida e aumentou muito os sintomas da paradinhas gostaria de saber se o aumento é devido a gravidez e se tem riscos? Obrigada!!! Aguardo resposta.

    Post a Reply
  24. doutor quando tenho uma extrasistoles , parece que o coração vem na boca.

    Post a Reply
  25. Olá Doutor!

    Tehho extra-sístoles que percebo há algum tempo…antes percebia uma, depois de meses outra….mas estou em tratamento contra depressão…há 1 ano e nesse período tive 3 crises em que sentia as extra-sístoles quase q o dia inteiro. Isso me deixava pior, me causava um pânico absurdo…uma das vezes cheguei a ficar internada porque achei q ia morrer…fiz vários exames , passei por dois cardios, um deles especialista em arritmias e eles dizem que meu problema é ansiedade…..que as extra-sístoles são normais dentro do meu exame, pela quantidade em que ocorrem (são poucas), mas q a ansiedade me deixa “pilhada” e faz com q as crises aconteçam….me sugerem exercícios físicos para liberar “adrenalina acumulada”!!!! Tenho tentando controlar isso e acho q tenho conseguido me manter mais calma (sou realmente muito ansiosa, agitada, do tipo que faz várias coisas ao mesmo tempo)…mas estou em processo ainda. Percebi que as crises que tive aconteceram (todas) entre o período pré-menstrual e o início do ciclo. Existe alguma ligação? Sei lá? Alguma descompensação nessa época que possa me fazer ficar mais ansiosa ou causar as extra-sístoles??? Tomo apenas fluoxetina!

    Post a Reply
  26. eu tenho muitas e fico muito anciosa horrivel =(

    Post a Reply
  27. Fui no Cardio por causa destas “paradinhas”, foi o que ele, a princípio , diasgnosticou, porem pediu exames holter, esforço e sangue. Este último já fiz e tenho o resultado, colesterol e todo o resto esta ok, MENOS CREATINOFOSFOQUINASE – CK , que esta alta , 430!
    O que poderia ser doutor? Não fiz esforços fisicos recentes, nem sinto dores musculares, porém tomei alguns remédios por conta de extração de dentes (antibióticos, anti inflamatorios e analgésicos) e só. O que pode ser??
    tenho 35 anos.

    Post a Reply
  28. Dr. Leonardo,

    Inicialmente, quero parabenizá-lo por suas explicações, feitas com muita cautela e propriedade ímpar acerca das etrassístoles. Lendo suas mensagens consegui ter mais tranquilidade para lidar com tais batimentos.
    Faz dois anos que as extras passaram a fazer parte de minha vida. Noto que tudo começou quando passei um tempo trabalhando fora de minha terra e longe de minha esposa e filhos pequenos. Foi um periodo de muito estresse e a iansiedade estava presente em quase todos os momentos do cotidiano. Sentia as extras esporadicamente e ficava muito angustiado. Fiz vários exames (eletro, eco, ergométrico e holter). Tudo normal. No holter apareceram algumas extras, que segundo o médico não eram malignas, dai porque sempre procurou me tranquilizar e disse que tudo acontecia por causa do estresse que vivenciava. Devido a este e uma leve subida na pressao também decorrente do mesmo, prescreveu-me concor 1,25 mg e rivotril, pois havia noites que mal conseguia dormir. Depois de 2 anos retornei a minha terra. Voltei a dormir melhor e abandonei o rivotril. Continuei com o concor pois ainda nao sentia seguranca para largá-lo devido as extras, pois o medico tinha falado que ele funcionava com bloqueador. Os episódios vinha ocorrendo com menos frequencia (ja passei meses sem sentir um desconforto decorrente da palpitação). Ocorre que quando pego um pico de estresse volto a sentir as extras. Anualmente faço uma bateria de exames e nos últimos (há cerca de um mês) os resultados foram todos normais. Vivenciado um momento de muita ansiedade, nesta ultima semana tive uma crise de palpitações a noite que me tiraram o sono, pois ocorreram justamente quando estava prestes a dormir. Fiquei apreensivo, pois nunca tinha sentido numa seqüência tão intensa. Fiz um eletro logo em seguida e nada apareceu. Apesar do terrível incômodo, fico tranquilo porque sinto apenas o desconforto. No dia seguinte senti apenas algumas esporádicas. Marquei outro holter para acompanhar. Esse é meu relato para os interessados no tema, ao tempo em que lhe indago: o ansiolítico pode potencializar o aparecimento das extras? Em caso negativo, devemos fazer uso desse tipo de remédio para controlar a ansiedade e precaver o surgimento das extras? O concor serve para bloquear as extras de menor gravidade? No caso de uma crise de palpitação, quando não sentimos dores, tonturas ou outros sintomas maléficos, mesmo assim é aconselhável procurar algum serviço de emergência?É possível uma piora nos sintomas das extras (palpitações) sempre que a pessoa tiver um novo quadro de estresse?

    Post a Reply
  29. Boa tarde dtr
    Eu em Julho de 2″12 fiz holter e ecogsrdiograma e acusou extrassistoles mas a medica disse q n era grave e q era so incomodativo. ‘Mas agr entrei para o ginasio e sempre que corro dao me essas extrassistoles eu assisto me e paro . E muito mau acontecer isto ? Pode acontecer algo mais grave?

    Post a Reply
  30. Olá Dr., parabéns pelo site. Tenho 32 anos e jogo futebol 2 x na semana e faço academia. Fui fazer exames de rotina e, através do holter, foi identificado uma pausa de 3 segundos durante a noite (5:15h). Além disso, foi detectado por outro exame um prolapso da válvula mitral. Indago se esses problemas podem ter ligação com suplementos utilizados na academia (sugestão para um tópico em seu site) já que tomei 2 potes de um suplemento chamado Nano Vapor? Obrigado.

    Post a Reply
  31. Ola doutor, fui diagnosticado com extra sistole supraventricular frequente quando criança, tomei dos 11 aos 17 anos ANCORON, depois fiz novas avaliações e as arritimias sumiram, hoje tenho 29 anos e sinto muito extra sistoles, ja fui ao cardiologista fiz diversos exames e acusou extrasistole ventricular isolada sintomatica, quando tenho a arritimia pareçe que vou morrer e isso aconteçe todos os dias. PERGUNTO: Será resquisios da arritimia que eu tinha antes e voltou ou será por causa de minha ansiedade? holter, ecocardio, esteira, looper tudo normal.

    Obrigado e não poderia de lhe dar os parabéns, o senhor ajuda muitas pessoas aqui com um assunto que muito delicado nosso CORAÇÃO !!

    Post a Reply
  32. Boa tarde Dr.

    Eu tenho extra-sístoles e por vezes (muito raramente acontece-me um episódio de fibrilhação auricular), já fiz todo o tipo de exames, holter, eco, prova de esforço e até mesmo o estudo electrofisiologico. Sinceramente eu não me importo de ter extra-sístoles ou até mesmo fibrilhação auricular, o que me preocupa é não poder fazer desporto!!! o Médico disse-me que poderia fazer desporto, mas nunca até a exaustão. Não percebo o porque? Gostaria de tirar outra dúvida, a tiróide pode ser responsável pelo aparecimento destas arritmias?

    Cumprimentos
    Frederico Dias

    Post a Reply
  33. Boa Tarde Dr.
    Tenho extrassístoles com sintomas. No ano de 2010 comecei com 320. Em 2011 com 2.360 e em 2013 com 5129. O diagnóstico mais recente é : raras extrassístoles isoladas e 5129 extrassistoles ventriculares predominantemente morfológicas, isoladas e interpoladas. A minha atual arritmologista indicou o remedio cloridrato de cetolol. O eco deu tudo normal, no teste ergométrico o laudo foi extra sistoles benignas com sintomas e não consigo fazer a ressonância, pois tenho fobia a locais fechados. Sou hipotensa e estou com medo de tomar esse remédio e dar alguma coisa no coração ou na minha pressão. O que o Sr acha? estou com muita vergonha de relatar para a minha médica o meu mais um fracasso. O pior é que quanto mais sintoma, mais medo parece que estou ligada a uma tomada elétrica pois tenho essas extrassistoles 24hs do dia.
    Obrigada pela atenção.

    Post a Reply
  34. Boa Tarde Dr.
    Tenho extrassístoles com sintomas. No ano de 2010 comecei com 320. Em 2011 com 2.360 e em 2013 com 5129. O diagnóstico mais recente é : raras extrassístoles isoladas e 5129 extrassistoles ventriculares predominantemente morfológicas, isoladas e interpoladas. A minha atual arritmologista indicou o remedio cloridrato de cetolol. O eco deu tudo normal, no teste ergométrico o laudo foi extrassistoles benignas com sintomas e eu não consigo fazer a ressonância, pois tenho fobia a locais fechados. Sou hipotensa e estou com medo de tomar esse remédio e dar alguma coisa no coração ou na minha pressão. O que o Sr acha?
    Estou com muita vergonha de relatar para a minha médica o meu mais um fracasso. O pior é que quanto mais sintomas, mais medo. Parece que estou ligada a uma tomada elétrica, pois tenho essas extrassistoles 24hs do dia.
    Obrigada pela atenção.

    Resposta

    Post a Reply
  35. Eu tenho uma extra sístole ventricular, ja fiz os exames e dizem sempre que nao e nada , e mesmo assim sinto o mesmo aquela sensação parece que o coração para, eu jogo futebol e por vezes sinto isso qando estou a correr, axa que me deva preocupar com isso?

    Post a Reply
  36. ola meu nome é Rafael gostaria de saber se uma eztra sistoles supra ventricular pode desencadear uma arretimia grave?

    Post a Reply
  37. Já fui varias vezes ao médico com a mesma sensação, coração parece que falha, ou s vezes ele parece por alguns segundos bater sem pausa, dai me da um mal estar parece q vou desmaiar. Mas fiz ergométrico, holter deu 24 supraventriculares raras, vários eletros e nunca da nada, o médico receitou rivotril 0,05mg, disse que é ansiedade, mas isso me incomoda muito, tem vezes que me da seguido, as vezes passa quase um mês sem me dar. Posso morrer disso? Isso tem cura?

    Post a Reply
  38. OBRIGADA PELA FORÇA.:-).

    Post a Reply
  39. Boa noite Dr.tenho uma filha de 9 anos q apresentou 11092 extras sistoles no holter,to apavorada…parece q o mundo vai se desabar sobre mim.Algumas vezes fui busca-la na escola (na educaçao fisica)passando mal,antes de saber o q ela tinha,ate q a pediatra me encaminhou ao cardiopediatra e logo no eletro,eco e holter foi detectado tantas extras sistoles.Ela so sente quando tem algum esforço fisico,mas a medica me disse q ter tantas extras sistoles assim nao é normal é perigoso.Ela me encaminhou ao medico especializado em arritmias,no eco nao deu nenhuma alteraçao morfologica,tamanho e forma estao perfeitos,mas tenho muito medo de acontecer algo pior com minha filhinha.Sera q tudo isso tem relaçao com problemas emocionais?Ano passado ficamos refém de assaltantes por mais de meia hora em nossa casa e hj ela tem medo ate de ficar na porta da rua,pois se aparece alguem estranho ela acha q é assaltante.Ela tbm não disfarça o medo dos pais dela se separarem,uma vez q ela vivenciou momentos de discurssões e crise familiar…Por outro lado,desde os 2 aninhos ela apresentou asma,entao ela usou muito corticoide,acebrofilina,berotec,atrovente e por varias vezes quando ela estava em crise na emergencia ela tomava doses de adrenalina.Entao Dr. peço q me ajude a esclarecer tantas duvidas e medo q sinto.É muito perigoso?alguém com tantas extras sistoles pode ta correndo risco?
    Obrigada!!!

    Post a Reply
  40. DOUTOR. MEU NOME É OSMAR TENHO 48 ANOS TRABALHO DESDE 8 ANOS TENHO ARRITÍMIAS , JA A ALGUNS ANOS MAIS ESTA MAIS FORTE, FIZ UM EXAME HOTER, O RESULTADO EM 24 HORAS ECTÓPICOS VENTRICULARES, 970 FALHAS, O QUE O SENHOR ACHA, SERA QUE TEM CONDIÇÃO DE ENCOSTAR NO INSS

    Post a Reply
  41. Boa tarde,Doutor.me chamo Simone e fiz a cerca de um ano,um,holter,um ecocardiograma e uma prova de esforço.acusou,extrasistole ventricular dois pares,e 185 bt por minuto tensões 12,8 com tontura e vomito.cardiologista diz não ser motivo de preocupação.meu coraçao é saudável.receitou me concor 2,5mg e um ansiolítico.o concor tomei apenas 1 mês.pois não quero ganhar viçio de medicações quero tratamento definitivo pro problema.ansiolitico tomo hein ultimo caso.tipo sempre que tenho extrassístoles é como se o coraçao viesse a boca e tenho uma ligeira dormência no corpo tipo um choque (assustador)de seguida me vem a vontade de chorar,as vezes choro e passa,normalmente acontece quando tomo chocolate.sumos gaseificado.nao sou fumadora nem consumo álcool.meu hemograma esta perfeito.tenho é as tensões baixas é sempre 9,5 e 7,3 noooossa isto é terrivel pareço desfalecer bate me sono repentino acompanhado de extra sístoles,aqui em Portugal mandam tomar café ou cola.fico pior.entao não tomo nada.meu medico diz ser psicossomático e nunca diz nada sobre minhas tensões.trabalho a noite.durmo 7 horas por dia tomo uns 3 litros d agua no total p dia.optima alimentação,me irrito com facilidade a ponto de atrofiar um lado do rosto e as mãos.a medicação é sempre diazepam 10 g.obrigado.agradeço a sua opinião.meu email. É harsenny@gmail.com Sol Barbosa.

    Post a Reply
  42. Dr. Leonardo
    Bom dia, estou fazendo um tratamento com uma fisioterapeuta esteticista e nutricionista para flacidez e estrias estou tomando chá verde, glicoxil e exsynutriment e fazendo carboxiterapia a cada 15 dia na barriga, fiz um ECC é o laudo foi extrassistoles Supra Ventriculares frequentes com pausa Compensatória Completa, isso é grave? devo me preoculpar? é por causa dos medicamentos que estou tomando?

    Post a Reply
  43. Meu caro Dr Leonardo,
    Há muito venho acompanhando seu blog e o parabenizo pela sua transparência médica que verdadeiramente não é seguida como deveria por seus pares profissionais.
    Parece-me ser um médico jovem, mas bem postado e bem informado e essas características são raras nos profissionais médicos de hoje, salvo raríssimas exceções.
    Tenho extras sístoles desde há muito tempo, cerca de 15 anos, não tomava remédios, mas de uns 2 anos para cá elas começaram a me incomodar e isso me fez insistir com meu médico assistente para receitar algum medicamento que minimizasse esse incomodo.
    Começamos com Ancoron, como tenho nódulo tireoidano ele foi descartado face o iodo da fórmula, passamos para o Ritmonorm mas continuou a arritmia, agora estamos testando o Selozok Fix 5/50 mg ; com a sua experiência , o que acha desse procedimento ?, caminho na esteira por 50 minutos diários ( 4,5km ) batimento em torno de 100bpm quando na esteira e velocidade média de 5,2 km/h, tenho 68 anos peso 78 quilos tenho 1,68 m de altura.
    Coração sem problemas em exames ( cintilografia de perfusão miocárdica ) ecocardiograma, ECG, dosagens em exames de sangue normais.
    Um forte abraço e que Deus o continue abençoando.
    Haroldo Pinho
    [

    Post a Reply
  44. por favor Dr. me ajuda pois eu já estou sentindo essa pausa do coração a muito tempo, fui no medico e não deu nada., porem eu percebo que toda vezes que eu como alguma coisa, será que tenho procura um gastro

    Post a Reply
    • Olá, João.
      Sim, procure um Gastro que irá lhe avaliar e propor uma solução/tratamento ou encaminha-lo para um Cardiologista.
      Abraços.

      Post a Reply
  45. Olá Dr. Tive depressão e síndrome do pânico em 2006 e consequentemente várias crises de extra sístole, fiz o ECO e deu tudo norma, mas ultimamente as crises voltaram… Tomo apraz de 1mg e tudo piorar quando estou tensa ou quando passo muito tempo sem me alimentar! Desde já agradeço..

    Post a Reply
  46. Olá Dr. Tive depressão e síndrome do pânico em 2006 e consequentemente várias crises de extra sístole, fiz o ECO e deu tudo norma, mas ultimamente as crises voltaram… Tomo apraz de 1mg e tudo piorar quando estou tensa ou quando passo muito tempo sem me alimentar! Desde já agradeço..

    Post a Reply
  47. OlA Doutor Leonardo…quem bom que tem alguem com quem conversamos sobre algo tao dificil pra nos portadores de arritmia!!!Faz 16 anos q tive uma pericardite e depois de 2 anos me apareceu esta tal de extra sistoles,ela veio devagar e foi ganhando um espaço nao permitido em minha vida…começei com poucas falhas e tomando 1 comp de atenolol 100 ao dia,passado 5 anos foi trocado por selozok 100 ao dia e depois de 3 anos p selozok 100 de manha e 100 mg a noite e mesmo assim so sinto pioras nas pausas ou batimentos a mais…sofro muito por tudo isto e nao sei mas o que faze e a quem recorrer…a pouco tempo fui no medico e ele me disse que extra pode reverter pra fibrilaçao e ter um ataque cardiaco revertido com choques!!!isto é verdade??e pra piorar a situaçao disse que com o tempo vou ter que por marca passo pra controlar as falhas…isto é verdade? posso ter um ataque cardiaco e terei que colocar marca passo?me ajuda por favor ..uma boa informaçao deixa a gente bem mais tranquila e esperançosa sobre nossos problemas…obrigado..ia me esquçendo ele trocou selozok por sotalol..sera que é boa troca!!!!

    Post a Reply
    • Olá, Micaela.
      Se extra-sístoles tornam-se fibrilação atrial, é raro.
      Você já está medicada e não é bom ficar pensando que vai virar (mudar de doença) para isso ou aquilo…
      O seu médico saberá a melhor medicação e encontrará a melhor delas.
      Abraços.

      Post a Reply
  48. Há alguns anos eu uso Atenolol 25mg/dia receitado por uma cardiologista porque eu sentia palpitações. Fiz vários exames: eco, eletro, holter e exame de esteira, e foram detectadas essas extra-sístoles isoladas e prolapso da válvula mitral. Antes do Atenolol eu costumava ter crises de pânico, e depois da medicação elas pararam. A minha pergunta é: há algum problema no uso crônico de Atenolol? Não consigo parar de tomar o medicamento, pois quando não tomo meu coração vive acelerado, chego a ficar trêmula, e tenho medo de voltar a ter ataques de pânico. Ultimamente comecei a sentir muito mais extra-sístoles na hora de dormir, seria o caso de usar também um ansiolítico? Devo procurar um cardiologista ou um psiquiatra?

    Post a Reply
    • Olá, Kátia.
      Eu tenho pacientes que usam Atenolol por anos e anos…
      O que deve ser feito é avaliar os efeitos colaterais que ocorrem nesta medicação, que são perfeitamente controláveis.
      Abraços.

      Post a Reply
  49. Doutor gostaria que falasse um pouco se é comum uma pessoa ter dois tipos de extrassistoles no meu caso me deu extrassistole ventricular isolada rara, e deu extrassistole atriais isolada e em pares totalizando 8 de cada que foram presenciadas no holter, meu teste de esforço deu tudo Ok porem o eco apareceu valvula pulmonar insuficiente(fisiologica), minha cardiologista não quiz me passar medicamento apenas o medicamento para ansiedade por que sou muito ansiosa e esto desenvolvendo panico quando sinto me desepero choro e entro em panico com medo de morrer e deixa minha filha de 2 aninhos!
    sinto tonturas o coraçao toda hora palpitando parecendo que vai parar mal estar vontade tossir para passar sinto umas fisgadas no peito dor na nuca na veia do pescoço e me sinto Depremida e com medo! esse problema tem perigo? ou posso confiar no diagnóstico! Abraço aguardo uma resposta Deus o Abençoe tenho 23 anos nao fumo bebo socialmente,meus exames de sangue todos normais!

    Post a Reply

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>