Infarto e suas consequências ao coração.

O infarto do miocárdio é uma doença bastante grave e pode trazer diversos problemas para o paciente. E então? quais são as consequências do infarto para o paciente? O quê ele provoca no nosso coração? Como devo proceder? Quais as complicações principais do infarto?

Já falamos aqui o quê é infarto e até mostramos alguns videos interessantes sobre a ocorrência desta doença.

 

Qual a principal alteração provocada pelo infarto?

A principal alteração provocada pelo infarto é a perda ou redução de contratilidade de uma ou mais partes do coração – chama alteração segmentar da contratilidade – ou seja, há uma alteração em um segmento do músculo cardíaco.

Normalmente, isso significa que este segmento ou parou de bater (morreu e necrosou – chamado de acinesia, sem movimento) ou ele contrai com menos força (bate fraco, chamado hipocinesia).

 

Como a função sistólica é afetada?

O que todo cardiologista espera é que o infarto seja pequeno (que acometa somente uma pequena porção do músculo) e que mantenha a função sistólica (a função de contração do miocárdio) inalterada. Neste caso, não haverá comprometimento da função sistólica ou este comprometimento será leve, isso é bom, aliás, o melhor dos mundos. Mesmo que o ventrículo esquerdo tenha alteração da contratilidade, a função sistólica estará preservada.

 

Quais os níveis de comprometimento:

1 – Função sistólica normal;  2 – Disfunção sistólica leve; 3 – Disfunção sistólica moderada e 4 – disfunção sistólica importante/grave.

 

O infarto e as arritmias: 

São as alterações no ritmo cardíaco provocado pelo infarto. Algumas destas arritmias são bastante graves e podem ser fatais já no início do infarto e são elas que costumam matar o paciente subitamente após a ocorrência do infarto.

Outras arritmias: Diversas outras arritmias podem ocorrer, mas são mais simples e costumam ser tratadas pelo médico cardiologista naturalmente com a medicação oral.

 

E as alterações nas válvulas do coração?

É, realmente isso pode acontecer, mas é menos comum. Um infarto mais grave pode provocar um distúrbio no funcionamento da valva mitral e provocar séria insuficiência mitral, mas neste caso, seria uma insuficiência mitral moderada ou importante.

Não vamos confundir insuficiência mitral leve (que já existia antes do infarto) e achar que foi o infarto que a causou, não; assim como alterações degenerativas nas válvulas.

img 5526 Infarto e suas consequências ao coração.
Siga-me

Dr. Leonardo Alves

- Médico cardiologista, CRMMG; 33.669, Mineiro, graduado na UFMG, turma de 1999.

- Adora medicina e gosta de contribuir com Posts e Temas relacionados à cardiologia e à saúde Cardiovascular, Alimentação saudável e Exercícios eficientes.
img 5526 Infarto e suas consequências ao coração.
Siga-me

Author: Dr. Leonardo Alves

- Médico cardiologista, CRMMG; 33.669, Mineiro, graduado na UFMG, turma de 1999. - Adora medicina e gosta de contribuir com Posts e Temas relacionados à cardiologia e à saúde Cardiovascular, Alimentação saudável e Exercícios eficientes.

Share This Post On

7 Comments

  1. porque um paciente que teve supostamente um infarto o medico cardiologista trata ele com decadron xarope e diz a familia que suas chances de vida e minima e que a qualquer momento pode morrer

    Post a Reply
    • Olá, Gislaine.
      Estou entendendo suas colocações.
      Acho que você precisa conversar e pedir esclarecimentos para o médico ao qual você se refere, pois só ele poderá explicar melhor a conduta que ele decidiu tomar.

      O que posso lhe dizer:
      1 – O diagnóstico de infarto pode ser feito com uma história clínica e um eletrocardiograma; mas algumas vezes, o médico precisa de exames adicionais (exames de sangue e exames de imagem).
      2 – Chances e consequências de um infarto: o médico que assistiu ao paciente deve ser capaz de avaliar adequadamente o paciente e esclarecer à família as possíveis complicações. Muitas vezes, precisamos de exames complementares para fazer uma orientação mais acertada.
      3 – O infarto pode causar consequências trágicas, inclusive a morte súbita.
      4 – Há tratamento eficaz para o infarto que pode reduzir as chances de óbito.
      5 – As condições do hospital/local/cidade em que o paciente teve o infarto influenciam diretamente no sucesso do tratamento.

      Alguns tratamentos para infarto: Angioplastia e tratamento medicamentoso. Veja as imagens e representação de uma angioplastia.
      http://sopronocoracao.com/2011/10/24/o-que-e-e-como-se-faz-uma-angioplastia-coronaria/
      http://sopronocoracao.com/2011/10/26/implante-do-stent-pos-dilatacao-com-diltacao-previa/

      Oriento-lhe a conversar com o médico e pedir-lhe maiores esclarecimentos.
      Grande abraço.

      Leonardo.

      Post a Reply
  2. DR eu fiz teste ergometrico deu isquemia miocárdica. mas sou atleta todos os outros exames q fiz estavao normal fiz um eletro a menos de duas semana e tava tranquilo. mais na hora q eu fui fazer o ergometrico eu nao sabia q nao poderia estar resfriado estou com um resfriado a mais de 2 semanas e q tinha q seguir uma alimentaçao adequada e tambem nao sabia q tinha hora para comer . eu terminei o almoço as 13h10 mais ou menos meu exame foi as 15h20, eu tambem jah tinha passado muito nervoso durante aquela hora briguei com minha irma
    na hora do exame minha pressão estava 16 por 8, mais mesmo assim continuaram com o exame minha pressão subiu mais foi a 24 por 8 depois no final ela caiu para 14 por 8. todos falao q isso foi oq causou o erro no exame mais eu nao sei se isquemia miocárdica tem aver com isso q te passei por favor me diz oq devo fazer.

    Post a Reply
  3. Dr. Leonardo, eu tenho um problema de aceleração no coração quando faço caminhada ele acelera principalente quando está proximo. sempre fica 2. dias depois volta o normal de onze e onze dias é certo. fico dois dias , ai voto ao normal e a assim vai. sinto muito dores nas pernas escuricimento de vista, e suor meu cartiologista me consultou o atenolol de 25mm mas mesmo tomando continua a presão muitas vezes fica 8.4 95. 10.6 é meu normal é pressão 10,6 ou 11.6 batimentos cardiacos até 90 80 ou 75. são minha frequencias cardias sem arretimia é ate 48 e 59 61. será que eu nunca vou ficar boa. por que incomoda muito

    Post a Reply
    • Dr. Leonardo, eu tenho um problema de aceleração no coração quando faço caminhada ele acelera principalente quando está proximo. sempre fica 2. dias depois volta o normal de onze e onze dias é certo. fico dois dias , ai voto ao normal e a assim vai. sinto muito dores nas pernas escuricimento de vista, e suor meu cartiologista me consultou o atenolol de 25mm mas mesmo tomando continua a presão muitas vezes fica 8.4 95. 10.6 é meu normal é pressão 10,6 ou 11.6 batimentos cardiacos até 90 80 ou 75. são minha frequencias cardias sem arretimia é ate 48 e 59 61. será que eu nunca vou ficar boa. por que incomoda muito

      Post a Reply
  4. Vc nao mi ajudou eu nao gostei mais continui fazendo por q outras pessoas precisam

    Post a Reply
  5. Dr, Leonardo recebi o resultado de um eletrocardiograma e o laudo consta eixo elétrico com desvio padrão o que pode ser isso?

    Post a Reply

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Shares
Share This

Compartilhe!

Compartilhe com amigos

Share This

Share this post with your friends!